Dedicatória.

À I. M. F.


Amiga!, querida!, companheira!
Quero cantar para ti hoje.
Quero cantar, não como se canta a uma amante,
porque não o és,
mas como se canta a um anjo ou a uma criança –
Porque um anjo e uma criança são a mesma coisa, bem o sabes -.

Quero cantar a ti hoje
Porque do Hades me tirasse.
E é sabido: que a pior morte é aquela que
em vida se dá.
Mas tu me deste a mão,
e sopraste, suavemente, de volta
a minha alma, a energia infinita
e misteriosa das estrelas que,
sozinhas,
explodem multicolores nas trevas da noite.

(14/08/2010)

Anúncios
4 comentários
  1. Primrose disse:

    ABRAÇO!

    “uhul!”

    hahahaha

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: