Inverno Muçulmano

É verdade que, dada a condição de saída, ser pessimista quanto ao futuro dos países árabes após seus levantes revolucionários talvez fosse mais sensato do que acreditar em uma inversão de valores repentina e a aceitação geral de princípios democráticos e laicos tipicamente ocidentais.

Também é verdade que ficar exultante com a perda de rumo das coisas, com a colonização fundamentalista, só pela manutenção de um orgulho blasé – “Eu não falei?”, murmurado entre a nata da inteligência desiludida – é um traço inegável de mau-caratismo.

Anúncios
1 comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: