Branco

A folha branca, dirão algum dia os físicos, gera um campo gravitacional próprio. Ou melhor, há um magnetismo, uma atração seletiva; é, isso: não é qualquer globo ocular ou mão que treme e se agita frente ao espaço branco, virtual ou não. Só aqueles com a marca na testa entenderiam o chamado, na linguagem de alguma saga.

O chamado. O escolhido não escolhe – daí o nome -, nem pode recusá-lo. A sensibilidade ao branco do papel, essa maldição, não se cura nem sublima. Ela persiste. E, ao contrário do que podem pensar, não é ele que procurou a folha, em primeiro lugar; mas o inverso: ela que o encontrou em sonho, visão, acaso. A partir daí, sua vida se transformou em inferno; como o paranoico que vê signos em tudo, ainda que tentasse fugir, o que escolhia via o insuportável vazio por onde quer que andasse. Até mesmo dentro de si, dizem.

Mas como condição especial, maldição, não pode ser contraída apenas pela vontade. Os que tentam acabam percebendo que o fazem por alguma vontade interna, por desejo de ser como o escolhido em algum aspecto. Não dá certo: eventualmente, atribulados em meio a outras coisas, os que apenas tentam preencher as lacunas brancas do mundo acabam esquecendo a secreta linguagem de decifrá-las em qualquer lugar. Abandonam a atividade ao esquecimento.

Mas os autênticos, esses permaneciam. Através dos séculos, a insônia e a loucura os dominavam. Convulsos, por mais que tentassem, não conseguiam abandonar a inglória tarefa de construir mundos no vácuo dos espaços brancos.

Anúncios
1 comentário
  1. Primrose disse:

    Nossa, potico!
    Não tinha lido esse seu post antes!
    É muito legal =)
    Você sabe o quanto te admiro por você escrever assim?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: