quase-poeminha velho que eu encontrei

Então o Sol, cansado de suas ininterruptas explosões, acalmou-se. Pediu licença, esgueirou-se cuidadosamente através da fresta da janela e cochilou, deitado no tapete.

Anúncios
1 comentário
  1. Primrose disse:

    Que bonito, Igor!
    Mesmo, mesmo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: